Política de investimentos

O que buscamos nas empresas

Por uma questão de foco e experiência da equipe, a Warehouse restringe seus investimentos a alguns setores nos quais conseguimos agregar mais valor às empresas:

  • Tecnologia: Empresas de e-commerce, consumer internet, games, mobile applications e payments que tenham um claro modelo de monetização
  • Green Tech: Serviços de sustentabilidade e biocombustíveis nos quais o Brasil seja competitivo globalmente e que sejam eficientes em capital

Em termos de faturamento, preferimos empresas que já tenham alguma receita, mas não olhamos quem possui mais de R$ 25M de faturamento anual.

Além das restrições acima, buscamos empresas que prezem pela excelência e que tragam uma inovação. Para garantir isso, nas nossas análises damos grande peso para as seguintes dimensões:

  • Solidez da equipe de gestão
  • Potencial de inovação
  • Alto potencial de crescimento
  • Eficiência na utilização do capital
  • Disponibilidade de opções de saída

Se você está buscando investimentos para sua empresa, e acredita que tem todos esses pré-requisitos acima, envie seu plano de negócios para a Warehouse (se ainda não possui um, leia o tópico “O que esperamos ver no plano de negócios” logo abaixo).

Como é o processo de análise

O processo de investimento da Warehouse é composto por 6 etapas:

1) Triagem: buscamos apenas garantir que a empresa se enquadra nos nossos setores foco e na faixa de faturamento descrita acima (ver tópico “O que buscamos nas empresas”). Esta fase é feita assim que lemos o plano de negócios pela primeira vez.

2) Análise Inicial: utilizamos nosso conhecimento e buscamos informações primárias que nos permitam avaliar a empresa nas dimensões que consideramos relevantes (equipe, inovação, potencial de crescimento, eficiência de capital, e opções de saída). Essa fase pode ser acelerada de acordo com a qualidade e o detalhamento do material enviado.

3) Análise Detalhada: utilizamos contatos na indústria para testar hipóteses e refinar premissas, além de trabalhamos em a quatro mãos com o empreendedor para criar uma visão conjunta do plano de negócios. Esta etapa pode levar algumas semanas, dependendo da complexidade da indústria e da solução em questão.

4) Comitê de Investimentos: com uma tese clara de investimento, levamos o projeto para aprovação em nosso comitê de investimentos. A aprovação determina o modelo do investimento, bem como os principais termos que devemos perseguir em um processo de negociação.

5) Negociação de Termos: após o investimento ser aprovado pelo comitê, um termsheet contendo os principais termos do acordo de investimento é assinado, para que se possa dar início à due diligence.

6) Due Dilligence: o processo é uma verificação completa da acuracidade das informações contábeis, fiscais, trabalhistas e outras mais que a empresa forneceu ao longo do processo de análise para o investimento - esta etapa dura cerca de 30 dias.

7) Contratos Finais: redação dos contratos de acionistas, que regrarão a parceria durante a sua duração. Os contratos finais são escritos com base nos termos acordados no termsheet.

O que esperamos ver no plano de negócios

Com o objetivo de facilitar e agilizar o processo interno de análise, e auxiliar os empreendedores que ainda não possuem um plano de negócios estruturado, criamos um roteiro do que normalmente gostamos de ver. O material tipicamente não deve passar de 10 slides com o seguinte conteúdo:

1. Problema sendo atacado, e a solução proposta
2. Visão geral do mercado onde se atua
3. Detalhamento do produto/serviço sendo oferecido
4. Modelo de negócios
5. Diferencial, e analise da competição
6. Estratégia de crescimento
7. Situação financeira da empresa, e projeções
8. Equipe de gestão
9. Aporte necessário e a utilização proposta

Enviar plano de negócios:

Tamanho máximo de arquivo: 50 MB
Extensões permitidas : txt pdf doc docx xls ppt